Faixas de imposto para profissionais PJ

Quem ganha mais paga mais. Este princípio norteia o Imposto de Renda no Brasil e na maioria dos países do mundo (ou pelo menos deveria).

Os trabalhadores em regime CLT, por exemplo, podem pagar 0, 7,5%, 15%, 22,5% ou 27,5% de imposto sobre seus salários brutos, dependendo do ganho total no ano.

Poucos sabem, mas no regime PJ, também há uma escalada dos impostos conforme a renda.

Profissionais PJ pagam bem menos imposto – isto é fato. Mas é um pouco trabalhoso de calcular o total com exatidão porque há tributos diferentes nas pessoas física e jurídica.

Não é muito complicado, só é uma explicação relativamente longa, que eu dei em detalhes neste vídeo.

Bem resumidamente, podemos afirmar que a maioria dos PJ’s paga cerca de 9% a 11% de impostos no total.

Esses números (tirados das regras do vídeo) valem para qualquer profissional PJ, no Simples Nacional, com salários de até R$ 15 mil por mês.

Ao contrário do que muita gente pensa, a partir desta faixa, o imposto total dos PJ’s começa a subir, apesar de eles estarem bem mais avantajados do que os CLT.

Faixas de Imposto na Pessoa Jurídica

Vamos ver a seguir as faixas de impostos dos profissionais PJ:

  • Até R$ 15 mil por mês: 6,0%
  • Até R$ 30 mil por mês: 11,20%
  • Até R$ 60 mil por mês: 13,50%
  • Para os mais técnicos, está é a tabela do “Anexo III do Simples Nacional” e vai até R$ 4,8 milhões por ano, pois é uma regra feita para empresas.

Exemplo importante: Se uma profissional PJ tem salário de R$ 20 mil por mês, ela pagará na PJ 6% sobre os primeiros quinze mil, e mais 11,20% sobre os cinco mil seguintes.

Mesmo assim, esses intervalos não são lineares pois, como dito acima, há tributos diferentes também na pessoa física, e cada um tem sua própria progressão.

Calculadora CLT x PJ

Não deixe de baixar a nossa Calculadora CLT x PJ. Ela implementa todas as normas em vigor e faz este cálculo para você! 😉

Calculadora CLT x PJ - Simples Nacional - com fator R - INSS - Imposto de Renda
Avalie

A empresa quer pagar menos. O profissional quer ganhar mais. Resultado: Vira PJ!